link rel=alternate type=application/rss+xml title=RSS-Feed href=http://www.sindicatocp.org.br/index.php?id=10type=100 /

Login

Informe seu login e senha para acessar a área restrita:

Login:
Senha:
 
Data: 03.08.2018 17:28
Categoria: BB, Notícias Gerais

BB apresenta proposta de Aditivo dia 7


O Banco do Brasil comunicou hoje (3), durante a quinta rodada de negociação com os sindicatos, que apresenta proposta para renovação do Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) no dia 7 deste mês de agosto (sexta rodada). O BB adotou o mesmo procedimento da Fenaban e da Caixa Federal, nos dias 1º e 2, respectivamente.

Quanto à remuneração, ponto da pauta da quinta rodada, os representantes do BB disseram que nenhum avanço será contemplado. “No momento em que apresentamos as reivindicações (entre elas, plano de carreira), os representantes do BB se limitaram em afirmar que o objetivo é manter as regras em vigor e mais nada”, destaca a diretora do Sindicato Elisa Ferreira, que representou a Federação dos Bancários de SP e MS na mesa.

GDP: Os sindicatos reafirmaram, mais uma vez, desvios no uso Gestão do Desempenho Profissional (GDP), que tem resultado em descomissionamentos. Os representantes do BB insistiram na redução dos ciclos de avaliações, passando de três para apenas um.

Cassi: Os sindicatos reivindicam a retomada do processo de negociação sobre a Caixa de Assistência. Em reunião realizada no último dia 5 de junho, no Rio de Janeiro, os representantes do BB disseram que não negociariam nenhuma proposta para a Cassi na mesa de renovação do Aditivo, apenas no fórum específico da governança.

Balanço de rodadas

Na primeira rodada (29 de junho), o BB não aceitou assinar o pré-acordo. Na segunda rodada (13 de julho), concordou em estender a futura Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) para todos os funcionários, incluindo os hipersuficientes (trabalhador com salário superior ao dobro do teto do benefício previdenciário, com curso superior completo), invenção da nova legislação trabalhista.

Na terceira rodada (23 de julho) aceitou renovar várias cláusulas referentes à saúde e condições de trabalho do Aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Já na quarta rodada, realizada três dias depois (26), o BB não apresentou nenhuma proposta sobre os temas emprego e cláusulas sindicais e sociais.

Pré-acordo: A assinatura do termo de pré-acordo é uma necessidade porque o também chamado acordo coletivo de trabalho perde validade no dia 31 de agosto deste ano e a nova legislação (Lei nº 13.467, reforma trabalhista) acabou com a ultratividade das normas coletivas, que assegurava a prorrogação da CCT durante o processo de negociação.


Imprimir       Enviar por email

Comentários

Sem comentários


Adicionar comentário

* - campo obrigatório

*




Imagem CAPTCHA para prevenção de SPAM
Se você não conseguir ler a palavra, clique aqui.
*
*